Avaliaçom da moçom municipal pola recuperaçom da “Porta Nova”

A Fundaçom Artábria quer por esta via apresentar umha pequena avaliaçom da iniciativa que levou hoje mesmo ao Pleno da Cámara Municipal de Ferrol, através do BNG, pola recuperaçom do nome da “Porta Nova” em lugar do imposto em 1953 pola ditadura franquista.

Começamos por lembrar que o principal objetivo desta iniciativa, como tínhamos expressado, era socializar a necessidade de recuperarmos todos os sinais de identidade usurpados polo franquismo na nossa cidade.

Tendo em conta que a iniciativa foi apresentada “tecnicamente” por um só representante (o do BNG) e que o PSOE, o PP e Ciudadanos figérom “campanha” nos últimos dias contra a mesma, consideramos o resultado mais do que satisfatório, por vários motivos:

1. Conseguimos um importante incremento de apoios para o “SI”: Ferrol em Comum e a representante nom adscrita, mais o voto do BNG, somárom um total 9 votos afirmativos, contra os 11 contrários (PP-Ciudadanos) e as 3 abstençons (PSOE).

2. Esse resultado reflete bem o desenvolvimento de um debate social em que quigemos sublinhar o necessário exercício de dignidade democrática, recuperando o nosso património histórico-cultural contra as arbitrárias imposiçons da ditadura franquista.

3. A representante do grupo extremista “Ciudadanos”, acusando-nos sem nengum fundamento de fomentar “o ódio contra Espanha”, deu pé a que alguns “incontrolados” atacassem o mural comemorativo dos 100 anos das Irmandades da Fala. Desse modo, ficou à vista de todos e todas quem fomenta realmente o ódio.

4. Tal como indicou no seu discurso no Pleno o nosso representante, o companheiro Bruno Lopes Teixeiro, a Fundaçom Artábria move-se por sentimentos de amor à Galiza, à cultura e à língua deste país, nom por ódio contra nengum outro povo do mundo.

5. Aceitamos com total desportividade o resultado da votaçom de hoje, o que nom impedirá que continuemos socialmente a trabalhar para tornar maioritária esta proposta. Tanto nas instituiçons como nas ruas, continuaremos a exigir a recuperaçom plena dos direitos lingüísticos, culturais e nacionais da Galiza, assi como a total deslegitimaçom da ditadura franquista e dos seus herdeiros políticos.

Finalmente, agradecemos o apoio do BNG, de FeC e de Ester leira à nossa moçom municipal.

A luita por um Ferrol digno, galego e antifascista continua.

Ferrol, 29 de junho de 2017